scrool-top

Michelon Máquinas e Equipamentos

14/05/2019
Estudo comparativo entre os sistemas de tratamento dos poluentes atmosféricos gerados nos processos industriais.

Estudo comparativo entre os sistemas de tratamento dos poluentes atmosféricos gerados nos processos industriais.
O estudo em referencia irá comparar os tipos de poluentes gerados nos processos industriais, com os equipamentos mais usados atualmente.
EQUIPAMENTOS:
PRECIPITADORES ELETROSTÁTICOS.
FILTROS DE TECIDOS.
LAVADORES DE GASES.
CICLONES DE ALTA EFICIÊNCIA.
PRECIPITADORES ELETROSTÁTICOS:
Com eficiência variável de (50 a 99%) para partículas de (0,3 a 3,0 mícron) e concentração de grãos de (0,005 a 0,05 grãos/pés³) provenientes de poeiras atmosféricas em geral.
FILTROS DE TECIDOS:
Com eficiência variável de (50 a 99%) para partículas de (1,0 a 20 mícron) e concentração de grãos de (0,005 a 0,05 grãos/pés³) provenientes de shake out  areias e cinzas de caldeiras.
LAVADORES DE GASES:
Com eficiência variável de (50 a 99%) para partículas de (0,3 a 10 mícron) e concentração de grãos de (0,005 a 0,05 grãos/pés³) provenientes de fumos metálicos, névoas ácidas de tanques e fumaças da combustão de lenha em caldeiras geradoras de vapor.
CICLONES DE ALTA EFICIÊNCIA:
Com eficiência variável de (50 a 99%) para partículas de (10 a 100 mícron) e concentração de grãos de (0,005 a 0,05 grãos/pés³) provenientes do esmerilha mento de metais e transporte pneumático de areias e grãos.
 
 
 
CARTA DE SYLVAN:
Documento extraído do livro de ENGENHARIA DE VENTILAÇÃO INDUSTRIAL-CETESB que determina a eficiência de cada sistema de controle dos poluentes gerados nos processos industriais, com os tipos e os tamanhos de grãos, bem como a concentração dos mesmos. 

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS CONSTRUTIVAS CUSTOS E BENEFÍCIOS DOS SISTEMAS:
PRECIPITADORES ELETROSTÁTICOS:
Seu funcionamento é através de placas eletrificadas com altas voltagens e polarizadas com cargas positivas e negativas que farão a separação dos poluentes e do ar.
São de grandes dimensões para pouca vazão de gases, pois necessitam de baixas velocidades de passagem (≤0,10 m/s), apresentam alto consumo de energia elétrica e não devem ser usados para gases inflamáveis da combustão de lenha em estufas e caldeiras por apresentarem perigo de incêndio ou explosão, muito usado para partículas ultramicroscópicas, necessitam de pouca manutenção, porém seu custo inicial é elevado.
FILTROS DE TECIDOS:
Seu funcionamento é através de filtros de tecidos tipo mangas ou cartuchos, onde o ar com os poluentes são retidos pelo lado externo das mangas, e o ar limpo sai pelo lado interno.
O dimensionamento destes equipamentos é pela relação da área de tecido com a vazão dos gases (1,0 m² de pano por 1,0 m³/min. de ar), são de limpeza automática das mangas através de jatos de ar comprimido, apresentam altas taxas de troca das mangas, devem ser usados exclusivamente para ar seco com temperaturas de até 250°C, e com sistema anti eletricidade estática para evitar incêndio, usados para partículas microscópicas, seu custo inicial é menor que os dos precipita dores eletrostáticos.
LAVADORES DE GASES:
Seu funcionamento é por fluxo cruzado dos gases poluentes com os sprays de lavagem, onde os líquidos com os particulados são depositados no reservatório da água de recirculação e o ar limpo é liberado para o meio ambiente.
O dimensionamento destes equipamentos é pela velocidade de passagem dos gases pelo corpo do lavador (≤ 2,50 m/s), não necessitam de limpeza interna, apenas retirada do lodo formado no reservatório da água de recirculação por períodos pré-determinados e podem ser usados para quaisquer tipos de gases sem limitação de temperaturas, usados para partículas microscópicas, seu custo inicial é semelhante aos dos filtros de tecidos.
CICLONES DE ALTA EFICIÊNCIA:
Seu funcionamento é pela separação dos particulados do ar por forças centrífugas geradas no interior do equipamento, onde o ar limpo sai pela parte superior e os particulados pela parte inferior do mesmo e que depositados em reservatórios fechados.
O dimensionamento destes equipamentos é complexo, pois depende de muitas variáveis, como tamanho das partículas, vazão dos gases, temperatura e umidade, usados para partículas macroscópicas, seu custo inicial é o menor de todos os outros tipos, e não necessitam de manutenção.